12 de abril, 2018 - 00h00 - por Gustavo Aguiar

O que rolou no Rio2C pelo olhos do Se Rasgum

FESTIVAL > abr 2018

Fotos: Marcos Hermes

 

No fim de semana, o Festival Se Rasgum esteve no Rio participando de uma grande conferência a nível internacional que unia num só evento profissionais e negócios de música, audiovisual e inovação, a Rio2C. Entre diversos projetos, mesas de debates, palestras e intervenções artísticas, o evento trouxe uma experiência nova com o mercado mainstream brasileiro e de outros países. Lançamento de séries, diretores renomados e até um papo com o Geoff Emerick, o engenheiro de áudio responsável pela gravação de alguns álbuns dos Beatles, com Revolver (1966) e o Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band (1967).

 

Dentro da conferências, foi realizado pela primeira vez o Festivália, um encontro de festivais independentes de todo o Brasil com uma programação conjunta feita por cada um deles e com curadoria de Zé Ricardo, o mesmo que assina o line up do Palco Sunset do Rock in Rio. Além do Se Rasgum, outros festivais como o Coquetel Molotov (PE), Do Sol (RN), Bananada (GO), FIG (PE), Psicodália (SC), entre outros. O show Lucas Estrela & Strobo foi o representante do Festival Se Rasgum e do norte, quebrando tudo e abrindo a programação do domingo, por onde também passou Tulipa Ruiz & As Bahias e a Cozinha Mineira, Carne Doce e Karol Conká.

 

Nesse evento, o Se Rasgum entrou em um patamar de um grande nome movimentador da música brasileira no país, firmando Belém como um ponto de produção e de consumo de cultura a ser levado em conta a nível nacional. O evento saiu do Rio2C cheio de novas ideias, ampliou seu network com mais força pra fazer uma nova edição do Festival Se Rasgum em Belém.


<< Voltar