30 de março, 2018 - 00h00

"Gael Conhece o Mar" lança EP novo com 4 músicas

FESTIVAL > mar 2018

Texto da assessoria de imprensa da banda, com edições de Gustavo Aguiar

Foto: Divulgação

 

A jornada humana é tema explorado pelo segundo EP da banda, intitulado 'Queria Ver Pasárgada', que explora sonoridades da música pop e rock.

 

Após marcar território com o primeiro single e várias apresentações na noite de Belém, a banda paraense Gael Conhece o Mar se prepara para um novo passo na carreira. O lançamento do EP "Queria Ver Pasárgada" representa uma virada de página na história do grupo, que foca não apenas na riqueza da abordagem de suas letras, mas também na mistura de referências de seus integrantes.

 

O compositor, guitarrista e vocalista Sebastião Netto diz que o momento da música como um todo é de reinvenção e que a banda está pronta para surfar essa onda. "Nossas referências passeiam por estilos bem diferentes, todos os envolvidos têm coisas muito diferentes na cabeça. Uns membros têm uma escola mais stoner rock, outros têm relação mais próxima de uma sonoridade pop e ainda tem espaço pra outros estilos, como folk, blues e southern rock", diz.

 

Ele acredita que quem trabalha com música autoral nos dias de hoje precisa estar constantemente em busca de inovação. "Acredito que o caminho para a maioria das bandas hoje é buscar novas formas de propor novidades. É preciso fugir da ideia de que rock é uma coisa fixa, uma fórmula fechada. É preciso coragem pra estar sempre tentando uma coisa diferente, trazer algo que ninguém esperava", comenta.

 

Sebastião revela que a expectativa para o show é grande. "Passamos quase um ano tendo só um single de 2 músicas como lançamento oficial e agora chegou a hora de algo maior, com mais conteúdo. Mais do que nunca, a expectativa é de poder levar nossa mensagem a mais gente", diz ele, que destaca a importância do momento da Gael Conhece o Mar. "Atualmente vivemos a alegria de ter conseguido um local especial para fazer esse lançamento. Também estamos no clima de ajustes finais nas músicas. Estamos ansiosos pra dar nosso melhor e dar um grande passo à frente", comenta Sebastião.

 

O novo lançamento traz obras importantes para a história da banda. "'Da porta pra dentro” foi a primeira música que a gente compôs como banda. É do tempo em que eu era só um amigo que fazia manutenção nas guitarras do Alan - que hoje é guitarrista nosso. Na verdade, o riff principal já existia há cinco anos na minha cabeça e é perfeito que tenha virado uma música que marcou o início de tudo”, conta.

 

Ele continua, lembrando que cada música tem um pouco de histórias carregadas de sentimentos. "'Chateau' veio de um reencontro tão significante pra mim que acabou mudando a maneira que eu via aquela situação. A música fala sobre isso, sentimentos sobrepondo coisas. É uma canção de amor que fala sobre as voltas que o mundo dá, fechamento de ciclos e tudo mais. A banda fala muito sobre esse tipo de coisa", revela.

 

No início da Gael Conhece o Mar, havia uma ideia de tornar a guitarra protagonista. Mas ao longo do tempo, as letras ganharam peso e importância. A guitarra ainda aparece bastante, a maioria das músicas tem um solo. Mas ao longo do processo de composição, as coisas que temos a dizer ganharam o papel principal. Nesse EP cantamos sobre lamúrias comuns da vida e a busca por um lugar ou estado de consciência tranquilo, em comunhão com os aprendizados da jornada humana - sejam eles bons ou ruins", conta.

 

O novo EP, que será distribuído pela Amplicriativa, é resultado de um processo de gravação inédito para a banda, por conta da adição de um segundo produtor. "Acho que foi uma das coisas mais gostosas de fazer com a banda até aqui. Diferente do primeiro Single, Casca de Nós, onde somente o Diego Fadul produziu, somamos o Eduardo Feijó ao processo, por ser um cara que confia demais na gente e tem um conhecimento e referencial imenso. Após as gravações, era bem comum passarmos algumas horas ouvindo os discos do próprio Dudu, inclusive. A gravação aconteceu de maneira bem leve, pelo fato de todos terem uma sintonia legal. Trabalhamos entre amigos", aponta.

 

Produzido por Eduardo Feijó, mixado por Diego Fadul e masterizado por Fil Alencar, o EP "Queria Ver Pasárgada" ainda contou com a participação do Dan Bordallo nos synths e pianos. O lançamento foi produzido e gravado na casa do próprio Dudu e teve Edivaldo Santos (Xaréu), Josiel Garcia e João Paulo Favacho nos metais em Peçonha e Karen Iwasaki (Álibi de Orfeu) gravando algumas vozes.

 

Além das expectativas positivas, há ainda um desejo maior. "Esse é um EP feito pra conversar com as pessoas. Acho que, por ser tão verdadeiro e ter forte carga sentimental, a gente espera que as pessoas se identifiquem. Nossa música vem do coração e a ideia é que atinja outros corações e converse com suas histórias", finaliza.

 

"Queria Ver Pasárgada" está disponível nas plataformas de streaming e terá um show de lançamento no dia 5 de abril, às 19h, com entrada franca no SESC Boulevard.

 

OUVIR NO SPOTIFY


<< Voltar