05 de junho, 2015 - 00h00 - por Gustavo Aguiar

Feira cultural ocupa a Praça dos Estivadores

EVENTOS > jun 2015

O próximo domingo, 7 de junho, terá 12 horas de ocupação artística e cultural na Praça dos Estivadores, com shows, exposições, feirinha, oficinas e outras atividades culturais.

Exposições artísticas, shows, culinária, teatro, esportes radicais. Diversas expressões culturais se encontram no BoulevArte, dia 7 de junho, dando início ao que pretende ser a primeira de várias edições para a ocupação da Boulevard Castilhos França, o corredor da Rua Marechal Hermes, que vai da Avenida Presidente Vargas até o prédio da Alfândega, passando pela Praça dos Estivadores, um local quase esquecido. A intenção é provocar no público o hábito de passear e viver nos pontos esquecidos dos bairros antigos da cidade, consumindo arte, cultura, gastronomia e moda produzidas no estado. O projeto conta com o patrocínio do Banpará e apoio da Prefeitura Municipal de Belém e do Governo do Estado, por meio de vários órgãos parceiros, como Fumbel, Sesi e a OS Pará 2000, que gerencia a Estação das Docas, e tem parceria de mais de 60 artistas e empreendedores culturais.

A programação do primeiro BoulevArte é extensa e tem início às 7h da manhã, com música, dança, teatro, fotografia, grafite, moda, esportes, oficinas e muito mais. Na concha da praça serão realizados shows e batalha de MC’s, e na Tenda das Artes as peças de teatro, exposicões artísticas e apresentações de DJs. Uma das pistas do Boulevard Castilhos França será fechada no evento, para que os skatistas e patinadores possam exercitar suas manobras ou passear tranquilamente – a rua será asfaltada para que os skatistas com longboard possam descer a ladeira. Diversas barracas serão armadas na praça para a venda de vinis, artesanato, espaço para gastronomia, moda e comida saldável, adoção de cães e muito mais. Diversas oficinas serão ofertadas para jovens em situação de vulnerbilidade social, atentidos pela Funpapa, além de passeios monitorados pelo centro histórico da cidade.

 

OCUPAÇÃO - Para o fotógrafo e historiador Michel Pinho, que vai participar do projeto monitorando passeios históricos pela região do evento, o BoulevArte  provoca o “encontro desse cidadão com a história, com a arte, gastronomia, cultura, com a música, vivendo na cidade um momento de identidade. Eu não tenho dúvidas do sucesso do projeto, até porque as pessoas estão muito empolgadas e desejosas de que isso dê certo pelo próprio fomento da cultura. Utilizar o centro histórico de Belém pra fazer esse intercâmbio é extremamente saboroso, a palavra é essa mesmo, é gostoso fazer isso”, explica Michel Pinho. Ana Marceliano, atriz e diretora teatral do Coletivo Dirigível de Teatro, acredita que este é um movimento de ocupação de um espaço abandonado pelas pessoas. “A gente precisa tomar de volta o espaço da rua, das praças, pro nosso convívio social e humano. Um espaço como a Praça dos Estivadores precisa ser tomado pra ocupar e viabilizar entretenimento, lazer e cultura pras pessoas que não tem acesso.”

“A ideia do BoulevArte é estabelecer um uso e uma estética que dialoguem com toda a antropologia cultural do Boulevard Castilhos França. E com isso, fazer com que a população venha usufruir deste espaço com segurança e felicidade. Este é o conceito principal do BoulevArte: a cidade para as pessoas”, explica Ney Messias, um dos idealizadores do evento.

Fio de Pao - Acervo In Bust.JPG

Coletivo In Bust de Teatro com Bonecos apresenta espetáculo sobre o conto popular da cobra Norato, na Tenda das Artes do BoulevArte

RESGATE HISTÓRICO - O projeto, que tem a missão de resgate histórico de Belém aliada à vontade de ocupação artística, convida todos a participar da programação, não apenas como público, mas também expondo sua arte nos diversos espaços abertos do BoulevArte. O palco, por exemplo, estará aberto nos intervalos dos shows oficiais. O propósito é de que o evento seja contínuo, realizado em parceria de diversos artistas todo último domingo do mês, e que vá além disso, criando um corredor cultural e artístico no Boulevard Castilhos França, para que essa via seja ocupada devidamente pela população da cidade.

Para a chef de cozinha Tatiana Braun, que participa da programação pela dogueria Hells Dog, dia de BoulevArte será, principalmente, um dia feliz. Ela explica que “Belém precisa desse tipo de evento. É uma forma de mostrar o que a gente tá fazendo de novo na cidade. Esse tem que ser o primeiro de muitos e que incentive outras pessoas a organizar esse tipo de evento. O que a população vai encontrar por aqui é alegria, música boa, gente boa, bonita, comunicativa, espaço agradável. É uma forma de estar alegrando o povo paraense, a nossa cidade.”

Confira o mapa do BoulevArte, que localiza toda a programação na Praça dos Estivadores.

mapa_facebook.jpg

PROGRAMAÇÃO:

07h00 - Passeio com a Bellong e a Bike Belém

 

CONCHINHA BOULEVARTE

08h00 - Zarabatana Jazz Band

09:30 - Espoleta Blues

11h00 - Arraial do Pavulagem (BoulevArte Castilhos França)

12h00 - Bruno B.O e Família Sempre Pelo Certo

13:30 – Projeto Charmoso

15h00 - Arthur Espíndola & Convidados

17h00 - Dona Onete

18h00 - Arraial do Pavulagem - Roda Cantada

19h00 – Encerramento

 

TENDA DAS ARTES

09h00 - Coletivo Dirigível de Teatro

10h30 - In Bust

13h00 - Coletivo Dirigível

14h30 - Coletivo Mana Avú

16h00 - Lucas Guimarães

17h30 - Terceiro Mundo Sound System

Para mais informações, acesse o site www.boulevarte.com.br.

 

SERVIÇO

#BoulevArte

07 de junho – de 7h da manhã até 19h

Praça dos Estivadores, Boulevard Castilhos França, esquina com a Av. Presidente Vargas.

De graça.

 


<< Voltar