20 de novembro, 2014 - 00h00 - porKarina Menezes

O que toca na Ins’anos 90?

FESTIVAL > nov 2014

Ainda em dúvida sobre o que fazer na sexta (21/11) à noite? A gente dá uma ajudinha pra decidires! Nossos DJs se apresentaram e contaram o que estão preparando pro set da Ins'anos 90. Dá um olho aí!

 Damasound: 

Marcelo Damaso, ou melhor, Damasound, ataca como DJ há 12 anos. Começou em festinhas de amigos e agora é o cara que vai abrir a noite insana de vocês amanhã. No set do Damasound vai ter de tudo, especialmente as bandas que mais representam o que os anos 90 foram pra ele. De shoegaze a indie, passando pelo pop norte-americano, esperem Third Eye Blind, Ride, Beck, Pavement. De nacional, devem vir Pato Fu, Raimundos e Júpiter  Maçã, algumas das bandas nas quais ele é amarradão até hoje. Com certeza, anotem aí, não vai faltar “I Hope I Think I Know”, dos britânicos do Oasis. Pro Damasound, o que deixa mais nostalgia em relação aos anos 90 são “as bandas com guitarras de acordes abertos, cheios de overdrive e delay”.

Bernardo Pinheiro:

DJ há treze anos, Bernardo Pinheiro começou a carreira mandando só música eletrônica. Antes de escolher as pistas como habitat natural, ele fez parte da banda de rock Thiberian – e foi com ela que tocou em algumas das principais casas de show e bares de Belém, incluindo a In London, que era sucesso na cidade nos anos 90. Bernardo já foi DJ convidado de várias festas da Se Rasgum, mas essa é a primeira vez na Ins’anos 90, então, cuidem bem dele. De sons mais pesados a sons dançantes, clássicos nacionais e internacionais, vai ter de tudo nesse set também. Mas o que não pode faltar é Nirvana e “Eu quero ver o oco”, dos Raimundos. A música dos anos 90 é o que deixa mais saudade desse tempo no DJ. “Foi a época mais roqueira da minha vida, sem dúvida”, diz.


Iuri Freiberger:

O gaúcho Iuri Freiberger vem com a bagagem cheia de clássicos do Sul do Brasil, “que deram um agito nas massas rockeiras do país”. Iuri tem no currículo mais de 70 álbuns nos quais participou como produtor ou técnico, e faz segredo sobre quais bandas ele produziu e que estão inclusas no set dessa sexta. Sobre uma banda ou uma música que não podem faltar, ele diz que tá na vibe do Blood Sugar Sex Magik...então, tirem daí. Dos anos 90, Iuri sente falta da galera que ia mais às ruas em Porto Alegre, conhecer pessoas e bandas, um movimento que inspirou rádios como a Ipanema e  o canal MTV.

Fernando Souza:         

Fernando Souza é DJ desde os anos 80, e passou por um dos principais points da noite belenense dos anos 90, onde a roqueragi rolava solta – a boate In Sã Nu. Para Fernando, essa foi uma época em que a noite de Belém não respirava modismos. Na In Sã Nu, a galera podia chegar com um CD e pedir pro DJ mandar brasa. “Se dava pista, beleza, se não, não valia a experimentação”, diz. Kurt  Cobain era presença garantida às sextas e sábados, assim como Foo Fighters, Hole, Placebo, Oasis, Bush, RATM. E é esse clima que o DJ vai trazer de volta amanhã, na Ins’anos 90!

 


<< Voltar