20 de outubro, 2014 - 00h00 - porAssessoria de impren

Rafael Castro dá um rolê na Europa

NOVIDADES > out 2014
foto_bruxelas_1.jpeg

 

Não é de hoje que Rafael Castro vem sendo considerado uma das maiores revelações da música independente nacional. Multi-instrumentista autodidata, compõe os arranjos de todos os instrumentos de suas músicas ao longo dos 6 anos de carreira e hiperatividade  - período no qual já lançou 8 discos e contabilizou mais de 100 canções gravadas. Agora, Rafael invade o velho mundo com uma turnê madura e muito desejada.

O show de Castro, que foi eleito o melhor do ano pelo Guia da Folha de São Paulo, será apresentado em Londres, Bruxelas, Paris, Barcelona e Lisboa. É uma super programação: ao todo, são nove performances entre as 5 cidades, dos dias 09 ao 27 de outubro. “A gente correu bastante atrás dos primeiros shows mas, uma hora, as pessoas queriam ter o Rafael Castro se apresentando em sua casa. Isso foi fundamental para que a gente pudesse montar uma turnê, além de grande, bem pensada”.

Depois de algumas noites varadas e “muito whisky", Rafael Castro e seu power trio - Fabiano Boldo (baixo) e Samuel Fraga (bateria) -, acompanhados pelos produtor Juka Tavares, puderam montar com certa liberdade a turnê, conseguindo encaixar as datas e lugares com a melhor logística possível e fechar shows em lugares importantes para a história do rock como a londrina 93 Feet, onde Radiohead aparece tocando em um de seus vídeos oficiais.

Rafael já havia estado “do lado de lá” antes mesmo de chegar: nas coletâneas “New Sounds of São Paulo”, do portal Sounds and Colors (UK), no “Dossier Ciudade Y Cultura: São Paulo”, da revista Zona de Obras (Espanha) e em gravação para o videocast francês La Blogothéque (França). 

Suas performances e clipes estranhíssimos e seu estilo camaleônico parecem esquentar até as regiões mais frias. Imaginem tudo isso ao vivo. “O show está bem ensaiado, mas sempre sai do controle e fica mais interessante. Às vezes, até arrisco umas línguas que mal conheço”. É, daqui já dá para sentir o continente tremendo!


<< Voltar